Conheça mais sobre o uso do baru na culinária regional em www.arrozcompequi.com.br">Baru (Dipteryx alata) no Herbário Digital de Pirenópolis, Goiás
Benvindo a Pirenópolis
Benvindo a Pirenópolis

Herbário Digital

Baru (Dipteryx alata) As semente torradas são ótimo alimento, muito ricas em gorduras. Uma iguaria regional. Com a farinha da semente torrada faz-se biscoitos. A semente também é consumida cozida misturadas ao arroz. Sua madeira é nobre, durável e muito pesada. Conheça mais sobre o uso do baru na culinária regional em www.arrozcompequi.com.br

Busca por

termo
família
espécie

Dipteryx alata

Família: Papilionoideae

Gênero: Dipteryx

Espécie: alata

Nomes populares: Baru

Descrição: Árvore de grande porte e madeira de lei. Muito comum no pastos de áreas de cerradão ou mata semidecídua. A espécie foi preservada nas derrubadas por causa de que o exocarpo de seu fruto servi de alimento ao gado.

Uso: As semente torradas são ótimo alimento, muito ricas em gorduras. Uma iguaria regional. Com a farinha da semente torrada faz-se biscoitos. A semente também é consumida cozida misturadas ao arroz. Sua madeira é nobre, durável e muito pesada.

Ocorrência: cerradão,mata seca

Floração: novembro a fevereiro

Frutificação: março a julho

Porte: Árvore

Folhas: compostas,alternas,imparipenadas,7 a 13 folíolos, grandes

Flores: miúdas, 1cm, cor creme, 5 pétalas

Obs: Conheça mais sobre o uso do baru na culinária regional em www.arrozcompequi.com.br

Fontes: Silva Junior, Manoel Cláudio - 100 Árvores do Cerrado: guia de campo - 2005