Benvindo a Pirenópolis
Benvindo a Pirenópolis

Turismo de Aventura

Pirenópolis tem se destacado com polo regional de turismo de aventura devido as suas condições geográficas, que favorecem a atividade. Cercada de morros, matas, rios e cachoeiras, a região oferece caminhadas de curto e longo percurso com mirantes fantásticos e excelente condição para o montanhismo; Rapel em cachoeira de até 50 metros de queda em negativa; Boia-cross no Rio das Almas e Rio Corumbá; Arvorismo com tirolesas e rapel em mata primária e árvores centenárias; e Cavalgadas pelas serras e cerrados.

Caminhadas e montanhismo (hiking)

Caminhar pelos campos e cerrados das serras de Pirenópolis é uma paixão dos pirenopolinos. Temos trilhas de todos os níveis, de 1 a 5 dias, com pernoite selvagem ou pernoites em pousadas rurais e hotel fazenda.

Cercada de serras e morros, Pirenópolis se destaca geograficamente por possuir trilhas de exuberante variedade fitofissionômica e grande beleza cênica, com diversos mirantes e muitas cachoeiras. Como diz o poeta: "O cerrado tem a altura do homem", é passear por um jardim e um bosque feito pela Natureza.

As principais trilhas de caminhada são a Trilha dos Bandeirantes, a Trilha do Arena, o Parque dos Pireneus, a Cachoeiras dos Dragões e a Cidade de Pedra.

Rapel (Abseiling)

Descida por cordas praticado em cachoeiras, paredões e grandes árvores. Em Pirenópolis, a atividade é praticada por pessoas qualificadas e equipamentos apropriados. É uma atividade do Turismo de Aventura que proporciona grande satisfação, podendo ser praticado por jovens e adultos com médio preparo físico.

Conheça o rapel na Cachoeira do Salto praticado pela Pireneus Aventuras.

Tirolesa (tyrolean traverse)

Tirolesa Pireneus Aventuras

Atividade do Turismo de Aventura onde o praticante transpõe uma distância suspenso em um cabo de aço. A atividade não requer muito preparo físico, podendo ser praticado por crianças, jovens e adultos. A única limitação é o peso, que não pode ser baixo e nem alto. Pessoas muito leves não atingem velocidade suficiente para o término do percurso e pessoas muito pesadas atingem velocidades acima do limite recomendado.

Boia-cross (river tubing)

Boia-cross no Rio Corumbá

A descida de boia no Rio Corumbá é uma aventura e verdadeiro deleite. O boia-cross é uma prática que não precisa de habilidades especiais, apenas um pouco de coragem. Apesar de não ser um esporte muito perigoso, é extremamente aconselhável o acompanhamento de um guia experiente e que conheça bem o trajeto, as corredeiras e os locais mais perigosos.

Boia-cross é com a Pireneus Aventuras

Ciclismo de Montanha (mountain biking)

É uma atividade feita com bicicletas apropriadas para andar em estradas de chão e trilhas. Em Pirenópolis a prática é bastante difundida por ser a região repleta de serras, campos e cerrados. Nossas trilhas passam por cachoeiras e mirantes, subindo e descendo serras muitas vezes bastante acidentadas, o que torna a região muito atraente para os amantes do esporte na sua forma mais radical.

Veja mais...

Arvorismo ou Arborismo (canopy walkway)

Atividade do turismo de aventura onde o praticante sobe em plataformas instalandas no alto de grossas árvores e transpõe por trilhas suspensas por cabos de aços, cordas e paus para outra plataforma em outra árvore.

A prática além de ser utilizada para lazer e recreação também é usada por biólogos e pesquisadores para observação de fauna e flora dos extratos vegetais mais altos da floresta.

Cavalgada (cavalcade)

A cavalgada é uma prática bastante usada em Pirenópolis por se tratar de uma região rural onde o cavalo faz parte do cotidiano das pessoas. A vantagem do uso de cavalos no turismo é poder alcançar locais onde os carros não chegam e a pé torna-se distante. Temos por aqui trilhas de diversos níveis, em matas, campos e cerrados. Curtas ou longas.

Mostrando 1 itens em ordem aleatória Mostrar em ordem alfabética