Benvindo a Pirenópolis
Benvindo a Pirenópolis

Herbário Digital

Mangaba (Hancornia speciosa) Fruto comestível de paladar doce e saboroso; flores melíferas; látex.

Busca por

termo
família
espécie

Hancornia speciosa

Família: Apocynaceae

Gênero: Hancornia

Espécie: speciosa

Botânico: Gomez

Nomes populares: Mangaba

Descrição:

Espécie arbórea de pequeno porte comumente encontrado na região de Pirenópolis em cerrados restritos e campos sujos. Produz frutos comestíveis, doces e muito saborosos, que são colhidos em outubro e novembro. Segundo a tradição, o dia de colher mangaba no campo é o dia de finados, 2 de novembro. Semi-decídua, perde boas parte de suas folhas na seca e suas folhas novas são vermelhas, muito lisas e vistosas. Produz abundante látex, tanto nas folhas, troncos e frutos. Daí que os frutos devem ser, preferencialmente colhidos no chão, já bem maduros, ou guardados para que mature e perca boa parte de seu látex, que faz colar os lábios e mucosas.

Uma curiosidade desta planta é que as flores aparecem praticamente junto com o fruto e alguns frutos surgem um pouco antes da floração, o que representa um longo período de quase um ano entre a floração e a frutificação. Isto é, as flores de um ano produzem frutos no outro ano.

Uso: Fruto comestível de paladar doce e saboroso; flores melíferas; látex.

Ocorrência: cerrado de encosta, campo sujo

Floração: de agosto a novembro

Frutificação: de dezembro a marco

Porte: árvore, até 2m

Folhas: opostas

Flores: brancas